CONCURSO POLÍCIA FEDERAL 2018: NÃO HAVERÁ VAGAS PARA O CARGO DE ESCRIVÃO. CONFIRA OS DETALHES!

CONCURSO POLÍCIA FEDERAL 2018: NÃO HAVERÁ VAGAS PARA O CARGO DE ESCRIVÃO. CONFIRA OS DETALHES!

 

Ótima notícia para quem deseja ingressar na Carreira Policial, o Diretor da Polícia Federal (PF), Fernando Segóviajá autorizou e encaminhou o processo para a realização de um novo concurso. O certame já estava sendo esperado para os cargos de DelegadoPerito e Agente.

Vale lembrar que, com o decreto 8.326, de 10 de outubro de 2014, o órgão não precisa mais de autorização por parte do MPOG para realizar novos concursos, necessitando apenas de um parecer do Diretor da Polícia Federal.

NOVIDADES! 

Segundo a Direção-Geral da Polícia Federal, o próximo certame não contemplará vagas para o cargo de Escrivão. Pois, há um plano de reestruturação do cargo, que poderá ser unificado à carreira de Escrivão e Agente, conforme vem sendo discutido pelas entidades de classe, com o objetivo de alcançar, de forma conjunta, medidas de modernização da estrutura da PF.

Contudo, a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) vai se reunir com a Direção da Polícia Federal para buscar vagas para os escrivães ainda neste concurso, pois há uma deficiência no quantitativo do cargo, que submete os atuais servidores a escalas e sobreavisos exaustivos. A situação se agrava em virtude do déficit de servidores do Plano Especial de Cargos, que desempenham as atividades administrativas.

REQUISITOS E VAGAS:

Para ingressar na Polícia Federal, o candidato precisa possuir o ensino superior completo, ter idade mínima de 18 anos e carteira de habilitação, a partir da categoria B.

A Polícia Federal tem como objetivo oferecer, 315 vagas para preenchimento em seu quadro de pessoal. Em que, é sejam 50 oportunidades para delegados, 45 para peritos e, inicialmente, 220 para agentes.

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Boudens, comunicou em julho do ano passado, que o cargo de agente é o mais carente de pessoal, necessitando de pelo menos 6 mil policiais. “A PF desempenha uma série de atribuições de fiscalização e controle que são de responsabilidade desses servidores”, frisou. Ainda segundo o sindicalista, o quantitativo autorizado pelo Ministério do Planejamento foi menor que o pedido feito à pasta.

REMUNERAÇÃO:

A remuneração inicial de Agente e Escrivão, já com o reajuste deste ano são de R$11.897,86, já incluindo o auxílio-alimentação, de R$458 e pode alcançar R$ 18.651,79. Já a remuneração dos cargos de Delegado e Perito pode chegar a quase R$ 31.000,00

DAS PROVAS E ETAPAS:

Geralmente, os certames da PF são realizados pelo Cespe/UnB, seguindo as seguintes etapas:

  • Provas objetivas e discursivas;
  • Exame de aptidão física;
  • Exame médico;
  • Avaliação psicológica;
  • Avaliação de títulos;
  • Prova oral (apenas delegado); e
  • Curso de formação profissional. 

As provas são aplicadas em todas as capitais e os aprovados são inicialmente lotados justamente nas regiões de fronteira.

 

No último certame, as provas foram elaboradas com as seguintes disciplinas:

  • Para o cargo de Agente da Polícia Federal
  1. Língua Portuguesa
  2. Noções de Informática
  3. Atualidades
  4. Raciocínio Lógico
  5. Noções de Administração
  6. Noções de Contabilidade
  7. Noções de Economia
  8. Noções de Direito Penal
  9. Noções de Direito Processual Penal
  10. Noções de Direito Administrativo
  11. Noções de Direito Constitucional
  12. Legislação Especial
  • Para Delegado PF:
  1. Direito Constitucional
  2. Direito Administrativo
  3. Direito Penal
  4. Direito Processual Penal
  5. Criminologia
  6. Direito Civil
  7. Direito Processual Civil
  8. Direito Previdenciário
  9. Direito Financeiro e Tributário
  10. Direito Internacional Público
  11. Direito Empresarial
  • Para Perito da PF

O último concurso para o cargo de Perito PF foi dividido em áreas. Assim, a banca CESPE elaborou edital que pedia conhecimentos comuns de todos os candidatos e conhecimentos específicos, conforme a área que o candidato optasse por concorrer. Na prova específica foram cobrados conhecimentos de ciências contábeis ou econômicas, engenharia em diversas especialidades, ciências da computação, geologia, química, biomedicina, medicina, odontologia e farmácia. Já na prova de conhecimentos comuns foram cobradas as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Informática
  • Atualidades
  • Raciocínio Lógico
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Legislação Especial

REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS:

  • DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharel  em  Direito,  fornecido  por instituição  de  ensino  superior  reconhecida  pelo  Ministério  da Educação.

ATRIBUIÇÕES:  instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação, orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais, participar do planejamento de operações de segurança e investigações, supervisionar e executar missões de caráter sigiloso, participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o Órgão na consecução dos seus fins.

  • PERITO CRIMINAL FEDERAL

ATRIBUIÇÕES:  realizar exames periciais em locais de infração penal, realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados, na prática de infrações penais, proceder pesquisas de interesse do serviço, coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais, participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento das mesmas, desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

  • AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL

REQUISITO:  diploma,  devidamente  registrado,  de conclusão  de  curso de  nível  superior,  fornecido  por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES:  executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica, desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PRF e Cebraspe se reúnem para ajustes finais do edital do concurso

22 Oct 2018

O edital do concurso público para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) está cada vez mais próximo. A comissão organizadora e o Cebraspe, a banca escolhida para comandar a seleção, estarão reunidas para definir os últimos detalhes do edital.

Ir para notícia

URGENTE! Concurso PRF: Cebraspe é oficializado como banca.

19 Oct 2018

O mistério chegou ao fim e finalmente o nome da banca organizadora do concurso PRF 2018 foi revelado.

Ir para notícia

Sem concurso, Ministério da Fazenda registra 2.346 aposentadorias

15 Oct 2018

Sem concurso em validade há mais de dois anos, o Ministério da Fazenda vem perdendo um expressivo número de servidores.

Ir para notícia

Concurso Auditor Fiscal do Trabalho 2018: Planejamento prevê espaço no orçamento.

09 Oct 2018

O Ministério do Trabalho e Emprego pretende divulgar a abertura de concurso(Concurso MTE) para o cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho em breve.

Ir para notícia

Fique por Dentro

Receba em primeira mão informações do mundo dos concursos.