22/11/2016 - Banco do Brasil: Novos concursos só no segundo semestre de 2017!

Após anunciar um pacote de medidas que reestruturam o Banco do Brasil (BB), o presidente do banco, Paulo Caffarelli, esclareceu, conforme noticiado pela Agência Brasil, que a realização de novos concursos públicos vai depender da adesão ao novo Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI), que poderá gerar até 18 mil saídas. Como o processo de conclusão do PAI e da realocação de funcionários das agências fechadas deverá ser concluído até junho do próximo ano, as seleções necessárias só poderão acontecer a partir daí.

No último domingo, dia 20, o Banco do Brasil anunciou à Comissão de Valores Mobiliários e à imprensa um pacote de medidas que reestrutura a empresa e vai de encontro à tradicional política de valorização dos funcionários, praticada nos últimos anos, mas que foi deixada de lado por conta da crise econômica do país. O banco confirmou um Plano de Aposentadoria Incentivada, que poderá acarretar na saída de até 18 mil funcionários – adesões serão aceitas até o dia 9 do próximo mês. Tal prática é comum e, tradicionalmente, o BB abre concursos públicos logo após o PAI, para repor as saídas.

Todavia, o BB informou que fechará 402 agências e transformará 379 em simples postos de atendimento bancário. Serão encerradas, ainda, segundo o banco, 31 superintendências regionais. O Banco do Brasil alega que tais medidas têm o objetivo de ampliar o atendimento por canais digitais, e que prevê, para o próximo ano, a abertura de 255 unidades de atendimento digital (escritórios e agências digitais). Apenas com a reorganização das unidades, a empresa estima uma redução anual de R$750 milhões em despesas, valor que poderá aumentar significativamente a partir da adesão ao plano.

Sindicalistas não aprovam pacote de medidas
Segundo o diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, Wagner Nascimento, elas representam falta de respeito aos funcionários, que deveriam ser mais valorizados.

“Fechamento de centros de serviços e centenas de agências vão prejudicar muito os funcionários e estes precisam de atenção. O banco precisa respeitar mais os seus funcionários e pode começar abrindo um canal de negociação efetiva quanto aos impactos das medidas anunciadas”, criticou. Por conta dessas medidas, os sindicalistas já agendaram uma reunião com a direção do banco. O encontro acontecerá às 10h desta terça-feira, dia 22, em Brasília.

Hoje o BB possui 109.159 funcionários, com déficit de 5.880. No Rio de Janeiro, Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o banco está sem cadastro de reserva válido há um ano, mesmo tempo que está sem repor saídas de funcionários. Em São Paulo, Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Tocantins e Distrito Federal, não há cadastro válido desde maio. O cargo de escriturário é destinado a quem possui apenas o nível médio e conta com remuneração de R$3.952,03 mensais.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Concurso PRF: banca venceu seis interessadas. Qual a sua aposta?

18 Sep 2018

A escolha da banca organizadora do concurso da Polícia Rodoviária Federal foi feita pela modalidade de dispensa de licitação. A corporação confirmou que a selecionada venceu outras seis interessadas, que não tiveram os seus nomes revelados.

Ir para notícia

Concurso PRF: concorrência pode ser nacional e não regionalizada

12 Sep 2018

O quantitativo de vagas do concurso da Polícia Rodoviária Federal está confirmado: serão 500 oportunidades para a carreira de policial, que já estão autorizadas oficialmente. A curiosidade, porém, é pela distribuição dessas vagas pelo país.

Ir para notícia

Concurso Sefaz-RS: sai edital com 50 vagas de auditor-fiscal

12 Sep 2018

Saiu mais um edital para a Secretaria de Fazenda do Rio Grande do Sul (Sefaz-RS)! Como esperado, são oferecidas 50 vagas para o cargo de auditor-fiscal, com remuneração inicial acima de R$20 mil.

Ir para notícia

Concurso Receita Federal: déficit põe Saúde e Economia em xeque

11 Sep 2018

A Receita Federal precisa abrir o mais rápido possivel um novo concurso público para suprir o grande déficit de auditores-fiscais em todo o Brasil. O alerta é do presidente do Sindicato dos Auditores-Fiscais da Receital Federal no Rio de Janeiro

Ir para notícia

Fique por Dentro

Receba em primeira mão informações do mundo dos concursos.